Javascript - Habilite o javascript em seu navegador para poder logar e utilizar o site.
Blinking light Poste

Assemblage • Safra 2016 • Vinho

Zorrito Salvaje Blend

91 Pontos | Robert Parker

Valles del Maule y Itata • Chile • 750 ml

Tipo
Corpo
Aromas e Sabores
Uva(s): Cinsault, Pais.
Harmonização: Chocolate, Massas, Peixes, Queijos maturados.
Ocasiões: Ouvindo música, Para curiosos, Presentear alguém.
Envelhecimento: Pouco menos de 1 ano em barricas de carvalho francês.
Temperatura de Serviço: 16 ° C
Teor Alcoólico: 13 %
Volume: 750 ml

de R$307,20 por

R$ 256,00
Associado do Clube

R$230,40


CONHEÇA O CLUBE

Ainda tenho fresco na memória as sensações que me motivaram a mudar radicalmente de vida no ano de 2012, quando decidi largar a profissão de publicitário em São Paulo para me tornar sommelier e fundador de um clube de vinhos artesanais. Foram sensações de busca por pertencimento, em um verdadeiro culto ao artesanal, ao verdadeiro e às raízes humanas. Isso tudo nasceu em mim durante as visitas despretensiosas que fiz a alguns pequenos produtores de vinho naquele ano. O fato é que até hoje sinto exatamente o mesmo, nada mudou desde então, sou apenas um pouco mais experiente, mas ainda o mesmo garoto fascinado por descobrir e compartilhar o legado dos artesãos da vitivinicultura. Aqui gostaria de compartilhar com você um pouco do cerne da vinícola e família Villalobos. Esses chilenos são verdadeiros artistas do campo, defendem a mínima intervenção ao extremo e produzem vinhos de microterroir, fundamentalmente selvagens e vivos.


A propriedade da família Villalobos está localizada perto da vila de Ranguili, na denominação de origem do vale de Colchagua, no entanto, eles possuem pequenas parcelas de vinhas em outras regiões do Chile também. Suas velhas videiras nunca foram cultivadas através de métodos tradicionais de condução, bem distante da monocultura industrial clássica. As plantações sempre cresceram livres de fato, entre a fauna e flora locais, por décadas. Já a adega foi fundada na oficina de escultura de Enrique Villalobos, no Valle de los Artistas, também dentro do Colchagua. Segundo a família, a arte da escultura e a arte da produção de vinho estão intrinsecamente ligadas no processo de criação, pois ambas utilizam substâncias que a natureza oferece para que o artista as transforme em uma obra de arte única e particular. A filosofia da Villalobos baseia-se no respeito absoluto pelo meio ambiente, cuja operação em todos os seus vinhedos envolve colheita exclusivamente manual, além do uso de cavalos de tração e formas naturais de controle de ervas, a fim de manter o equilíbrio natural. Seus vinhos são produzidos em edições limitadas, para que sejam um belo reflexo de seu microterroir e possam ser apreciados em toda sua plenitude. Um brinde ao artesanal!


Texto do Sommelier Rodrigo Ferraz - Direitos Reservados