Javascript - Habilite o javascript em seu navegador para poder logar e utilizar o site.
Blinking light Poste

Assemblage • Safra 2015 • Vinho

Lagares de Penalva

Adega de Penalva

D.O.C. Dão • Portugal • 750 ml

Tipo
Corpo
Aromas e Sabores
Uva(s): Jaen, Tinta Roriz, Touriga Nacional.
Harmonização: Carnes vermelhas, Risotto, Suínos.
Ocasiões: Degustar devagar, Presentear alguém, Quem aprecia clássicos.
Envelhecimento: Poucos meses em tonéis de aço-inox.
Temperatura de Serviço: 17 ° C
Teor Alcoólico: 13 %
Volume: 750 ml

de R$82,00 por

R$ 73,50
Associado do Clube

R$66,15


CONHEÇA O CLUBE

Descrição Detalhada

A Adega de Penalva está situada na Região Demarcada dos Vinhos do Dão, na pequena vila de Penalva do Castelo, formada  basicamente por agricultores, viticultores e pequenos comerciantes. Apesar de sua construção ter sido iniciada em 1963, a produtora recebeu suas primeiras vinhas somente em 1967. Desde então, os sócios reuniram seus esforços para produzir apenas grandes rótulos através de técnicas que não agridem a natureza, conquistando diversos prêmios importantes ao redor do planeta. Vizinhos dos exemplares produzidos no Douro, os vinhos da região do Dão se tornaram uma referência nacional e mundial, até merecendo reconhecimento pelo escritor português José Saramago: "Tudo nestas paragens são grandezas".  

O Dão, conhecido como o berço da Touriga Nacional, é uma das regiões vitivinícolas mais antigas de Portugal. A região é formada por rios de águas límpidas e montanhas repletas de vinhas em suas encostas. Essa condição protege os vinhedos das correntes vindas do Oceano Atlântico, assim os verões permanecem quentes e secos, enquanto os invernos são rigorosamente frios. Por causa dessa geografia única, os aromas e sabores dos frutos ficam bastante concentrados, dando um caráter de complexidade aos seus vinhos. No vinhedo da Adega de Penalva são cultivadas apenas as castas tradicionais da região, em homenagem aos antigos viticultores. Especificamente o exemplar Lagares de Penalva foi elaborado com as variedades Touriga Nacional, Tinta Roriz e Jaen (sendo essa última uma estrela regional). Seu potencial de guarda é de até 5 anos.

Em taça, apresenta intensa coloração vermelha, com reflexos acastanhados. Este é um vinho muito aromático, exibindo framboesas, ameixas negras, geleia de amoras, além de toques herbáceos e florais. Em boca apresenta estrutura média e taninos macios, com ótima acidez e final agradável. Excelentes harmonizações seriam fraldinha na brasa com legumes grelhados, pernil suíno com tomates assados ou então risotto de queijos e alho-poró. A temperatura ideal de serviço é de 17ºC.

Texto do Sommelier Rodrigo Ferraz - Direitos Reservados