Javascript - Habilite o javascript em seu navegador para poder logar e utilizar o site.
Blinking light Poste

Barbera • Safra 2018 • Vinho

Il Casello Barbera Superiore

Azienda Agricola Il Casello

D.O.C. Colli Piacentini • Itália • 750 ml

Tipo
Corpo
Aromas e Sabores
Uva(s): Barbera.
Harmonização: Carnes de caça, Massas, Queijos maturados, Suínos.
Ocasiões: Degustar devagar, Jantar a luz de velas, Quem aprecia clássicos.
Envelhecimento: 6 meses em barricas de carvalho francês.
Temperatura de Serviço: 16 ° C
Teor Alcoólico: 13 %
Volume: 750 ml

de R$124,00 por

R$ 112,00
Associado do Clube

R$100,80


CONHEÇA O CLUBE

Desde que foi fundada em meados da década de 1950, a Azienda Agricola Il Casello pertenceu a uma única família, os Rigolli, e atualmente é administrada pela terceira geração da mesma. Essa produtora está localizada na região de Emilia-Romagna, na área setentrional da Itália, onde os vinhos são conhecidos por sua elevada acidez e aromas rústicos predominantes. Mais precisamente, a sede da vinícola fica na província de Piacenza, um dos paraísos para os amantes da culinária italiana, devido à pluralidade e riqueza de sua gastronomia local. Inclusive, unir vinhos de elevada acidez e locais onde a gastronomia é rica faz todo sentido do ponto de vista de harmonização. Nesse caso, me parece que a vitivinicultura regional evoluiu justamente para esse objetivo, ou seja, agir como aquele ator coadjuvante que faz a estrela - a comida - brilhar ainda mais.


Quando ministro cursos de harmonização, os alunos sempre perguntam sobre quais são os estilos de vinho mais gastronômicos em minha opinião. Acredite, nessa lista os rótulos da Itália Setentrional são unânimes! Não poderia ser diferente, afinal estamos falando de regiões como Piemonte, Vêneto, Lombardia e a própria Emilia-Romagna (em destaque no texto). Nessa parte do país, existe uma uva que se destaca no quesito “polivalência gastronômica”: a Barbera. Os vinhos feitos com ela dificilmente agradam consumidores iniciantes, pois geralmente não são frutados, explosivos, estruturados e cheios de tanino. Sendo assim, narizes e paladares menos experientes têm maior dificuldade em perceber suas qualidades, que estão justamente escondidas na sutil elegância da bebida. Portanto, quando abrir um Barbera bem feito, como é o caso do Il Casello, dê tempo para ele e busque reparar em suas nuances. Deixe-o respirar por alguns pares de minutos, busque uma ocasião mais intimista e delicie-se com a versatilidade que esse vinho tem ao ser harmonizado com diferentes estilos de pratos.


Texto do Sommelier Rodrigo Ferraz - Direitos Reservados