Javascript - Habilite o javascript em seu navegador para poder logar e utilizar o site.
Blinking light Poste

Assemblage • Safra 2013 • Vinho

Ceirós Douro

Quinta do Bucheiro

D.O.C. Douro • Portugal • 750 ml

Tipo
Corpo
Aromas e Sabores
Uva(s): Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional.
Harmonização: Carnes vermelhas, Massas, Queijos maturados, Suínos.
Ocasiões: Jantar a luz de velas, Noite fria, Para casais.
Envelhecimento: 3 meses em barricas de carvalho francês.
Temperatura de Serviço: 18 ° C
Teor Alcoólico: 13,5 %
Volume: 750 ml

de R$93,00 por

R$ 78,00
Associado do Clube

R$70,20


CONHEÇA O CLUBE

Descrição Detalhada

Desde 1717, a Quinta do Bucheiro pertenceu à mesma família e foi durante o século 19 que a vinícola ganhou evidência na vitivinicultura duriense, por causa de seu proprietário, o Dr. Joaquim Pinheiro de Azevedo Leite Pereira. Inclusive, sua trajetória faz parte da própria história do vinho. Quando a praga filoxera começou a devastar a Vitis vinifera em toda a Europa, esse cientista foi um dos principais responsáveis por impedir a total dizimação dos vinhedos europeus! O Dr. Joaquim e vários especialistas franceses conceituados da época iniciaram uma pesquisa em conjunto, com o objetivo de encontrar uma defesa contra essa praga agrícola. Após muitas experiências, chegaram ao método de enxerto, onde a Vitis vinifera é enxertada sobre a raiz de uma espécie de videira americana. Na história viticultura duriense, ele é lembrado como o "salvador do Douro", que restabeleceu a possibilidade da viticultura no país. Até hoje essa técnica é utilizada em larga escala ao redor do mundo.

Mais de 300 anos se passaram e a bisneta do Dr. Joaquim, Maria de Conceição, é quem está à frente da produtora. Seus vinhos são criados sob uma grande inspiração: além de ter uma longa história na vitivinicultura, a Quinta está situada na vila histórica de Celeirós do Douro, famosa em Portugal por seus magníficos Vinhos do Porto. Esse é um microterroir único, formado basicamente por vinhedos e olivais de pequenos produtores durienses. Na Quinta do Bucheiro, o amadurecimento dos vinhos ainda é feito em suas históricas adegas originais. Para este exemplar, a maturação ocorreu em barricas de carvalho francês por 3 meses e um curto período em tanques de aço-inox. Este vinho, composto pelas castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Barroca, não foi filtrado para que os resíduos naturais dos frutos continuassem agindo dentro da garrafa, agregando complexidade aromática e intensidade de taninos.

O Ceirós Douro está pronto para ser consumido, pode ser guardado por mais 4 anos. Este exemplar apresenta elegante coloração rubi, com reflexos granada. Já no nariz, os aromas são intensos e revelam notas de tabaco, chocolate, amoras e mirtilos. Em boca é estruturado, com taninos persistentes e acidez equilibrada, além de final frutado e longo. Ótimas harmonizações seriam carnes vermelhas grelhadas, conchiglione ao molho funghi, bisteca suína com purê de batata doce ou queijos maturados. A temperatura ideal de serviço é de 18ºC.

Texto do Sommelier Rodrigo Ferraz - Direitos Reservados