Javascript - Habilite o javascript em seu navegador para poder logar e utilizar o site.

Dicas!

O prazer de degustar um vinho fino é também um ato cheio de tradições. Não existe o certo e o errado, mas sim algumas dicas simples de etiqueta que podem ser bastante úteis. Aqui vão algumas delas, afinal um pouco de charme não faz mal a ninguém:

#Dica 1: Quando assentadas na mesa, é apropriado que a taça de vinho sempre esteja à direita da taça de água.

#Dica 2: Logo antes de abrir a garrafa, é conveniente que limpe cuidadosamente a área do gargalo, para retirar qualquer impureza que possa ter acumulado nessa área.

#Dica 3: Para manter a etiqueta e evitar o desperdício, sempre que terminar de servir você pode girar levemente a garrafa. Isso irá evitar os pingos indesejados na mesa.

#Dica 4: O volume a ser servido na taça sempre depende do tipo de vinho. Para um vinho tinto o ideal é que preencha um terço da taça, já no caso do vinho branco é mais acertado servir até metade da taça e, por último, o espumante pode preencher até três quartos da taça. Vale lembrar que existem taças diferentes e respectivamente adequadas para o consumo de vinhos tintos, brancos e espumantes.

#Dica 5: O correto é segurar a taça pela haste. Assim você consegue apreciar as nuances do vinho degustado sem que sua mão esquente a bebida ou que seus dedos manchem a taça.

#Dica 6: É interessante que olhe nos olhos das outras pessoas com quem se está brindando. Outro ponto importante: beber antes do brinde terminar não é legal, por mais que a mesa esteja cheia.

#Dica 7: Quando se trata da harmonização de vinhos com comidas específicas, o importante é que o sabor do vinho não sobrepuje o do prato e vice-versa. Segundo a tradição, é mais recomendado que você sirva vinhos tintos acompanhando carne vermelha e vinhos brancos acompanhando peixes. No entanto, não existe regra, basta ter bom senso e bom paladar. Enfim, acredito que essas sejam as principais. Se tiver outras dicas ou perguntas para compartilhar fique à vontade. Aqui não existe preconceito, o espaço é aberto para todos. Agora só nos resta apreciar um bom vinho.  

Texto de Rodrigo Ferraz - Fundador do Clube Vinhos de Bicicleta